terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Um inédito sistema de purificação de água


Happy Basin - purificação de água instantânea para consumo (Imagem:Divulgação)

Preocupados com a falta de água potável no planeta, os designers coreanos Woo-sik Kim e Duck Soo Choi desenvolveram a “Happy Basin” (bacia feliz – em tradução livre) para promover a purificação instantânea de água. A inveção trata-se de um sistema pessoal para filtração de água para pessoas que moram em ambientes remotos.
Mais de uma em cada seis pessoas no mundo não têm acesso à água doce potável.  Das mortes por diarréia, 88 por cento são atribuíveis à escassez de água potável e à falta de instalações sanitárias. Portanto, a ideia dos coreanos oferece uma solução prática para pessoas que moram em ambientes remotos.
Geralmente associamos os problemas de água poluída com países não desenvolvidos e raramente pensamos que cidades plenamente desenvolvidas poderiam passar por uma situação de falta de água. Dessa forma, engenhocas como a Happy Basin também servem como solução para a purificação instantânea da água potável.
 A "bacia com furos", que imita a tipografia do mundo, é um produto inovador que possui filtros de cerâmica nano embutido na parte inferior. O sistema consiste em uma bacia perfurada, que ao ser inserido em um local com água suja, faz com que a água ultrapasse o meio filtrante no fundo da bacia e crie uma fonte de água purificada para consumo, permitindo ainda a armazenagem em outros recipientes, caso necessário. Os "buracos de entrada de água", através da tensão superficial da água poluída a permite passar através dos filtros, onde os poluentes ficam retidos e a água se torna potável ( do ciclovivo )

7 comentários:

vitor disse...

Se isso fosse distribuido as pessoas q moram em lugares q carecem de infraestrutura como a falta de agua, salvaria muita gente das doencas, q a agua nao tratada pode oferecer, como vermes e a diarreia

Arthur Amaral disse...

Bacana!

Zoorope disse...

Isso vai ser distribuido.. claro. A 98 dolares cada um pra quem quiser pagar.

Rafa disse...

Bom, gente, existem alguns sistemas similares que já são distribuídos na Africa e Àsia, como o Lifestraw,que pertence a uma ong.
Tem um surfista que inventou um filtro para colocar em baldes também e que distribui na faixa.Nem todo mundo só lucra, lucra...
Deem uma olhada.

cristian_adolfo disse...

Baa, que ideia bacana! Claro, dá pra quebrar o galho enquanto toda essa gente não dispõe de rede de água tratada, que seria o melhor né =/

Danilo Lima disse...

Ótima idéia!
Espero que seja distribuído e de graça é claro..se não de que adianta ¬¬

suzy disse...

Muito bem! É dessas matérias que precisamos divulgra, conhecer e por em prática. Parabéns pelo bom conteúdo. Suzana Pessôa em João Pessoa.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...