sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Os mais dificeis lugares para sobreviver na terra



Hardest Place to Survive on Earth
Provided by Survival Goods



quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Imagens fascinantes de pássaros

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Terras à vista

Faz apenas 19 anos que os cientistas descobriram os primeiros planetas fora do Sistema Solar - ou exoplanetas. Hoje são 685 confirmados e outros 2.000 candidatos. Mas quase nenhum pode abrigar alguma forma de vida, obsessão maior dos caçadores de novos mundos. Uma rara exceção é o planeta HD 85512 b, a 36 anos-luz de distância, um dos 50 achados mais recentes do Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês). Mas por que é tão difícil encontrar um exoplaneta como a Terra? Como os astrônomos descobrem mundos fora do Sistema Solar? Em entrevista ao site de VEJA, astrônomos explicam o desafio de esquadrinhar o universo atrás de exoplanetas, falam do empenho e técnicas para acelerar o ritmo das descobertas e garantem: ainda acharemos um mundo parecido com o nosso...CONTINUE LENDO

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Os 10 países que mais recebem turistas no mundo


via chartsbin.com
Com a dança das cadeiras no ministério do turismo, já era de se esperar que o Brasil não estivesse presente nesta LISTA da Organização Mundial para o Turismo. Para ser mais exato, no período 2009/2008 houve decréscimo de turistas no Brasil que ocupa o segundo lugar no ranking da América do Sul, recebendo menos turistas do que os hermanos argentinos. Lamentável, com tanta beleza.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

O novo ranking da cachaça


Degustar cachaça branca com cachaça envelhecida é a mesma coisa que misturar champanhe com vinho tinto.” Esta frase de Rodrigo Oliveira, chef e dono do restaurante paulistano Mocotó, foi decisiva para que nos limitássemos às cachaças brancas na degustação para escolher a melhor pinga do Brasil. Escolha acertada: se o envelhecimento em barril confere sabores e aromas, esses mesmos componentes disfarçam o caráter fundamental da cachaça, a cana-de-açúcar.
Um time de dez especialistas e cachaceiros amadores degustou uma seleção de 12 cachaças brancas, previamente escolhidas segundo três critérios: 1) fossem excelentes; 2) representassem diferentes regiões do Brasil; e 3) viessem de alambiques de diferentes estilos. Não que a madeira estivesse totalmente ausente das amostras provadas: para ser considerada envelhecida, a pinga deve ser guardada por pelo menos um ano em barris pequenos, de até 700 litros. Algumas das bebidas testadas tinham passagem por barricas maiores, geralmente de madeiras consideradas neutras, que não alteram muito as características de cor e aroma...Continue lendo

domingo, 18 de setembro de 2011

A aurora boreal vista do espaço

A imagem acima foi registrada pelo astronauta Ron Garan  da Estação Espacial Internacional, no último dia 15.

O papel do tabaco na história socioeconômica do mundo


As diversas proibições pelas quais o tabaco tem passado nos últimos anos mostram sua força e seu vínculo na história recente da humanidade, sendo assim, é interessante conhecer o trajeto desta planta até hoje.

O seu uso surgiu aproximadamente no ano de 1.000 a.C., nas sociedades indígenas da América Central, em rituais mágicos e religiosos, com objetivo de purificar, contemplar, proteger e fortalecer os ímpetos guerreiros. Além disso, acreditavam que os rituais envoltos com a planta tinham o poder de predizer o futuro.
Bebida, comida ou fumada, ela intervinha nas cerimônias religiosas - como rituais de passagem da adolescência para a idade adulta - e era usada de forma cotidiana desde a nascente do Mississipi até à Patagônia. O tabaco, provavelmente, foi trazido para o Brasil pela migração dos índios tupi-guaranis.

A chegada de Pedro Álvares Cabral à nossa costa, a descoberta do caminho marítimo para as Índias, a exploração da costa africana e a chegada de Colombo à América, entre outros conhecimentos adquiridos nessa altura, supõem também o primeiro contato dos ocidentais com o tabaco.

A partir de então, rapidamente seu uso se estendeu a toda a Europa, empurrado, sobretudo pelo grande valor terapêutico que lhe era atribuído. O uso do tabaco era frequente em reuniões tribais, servindo de afirmação individual ou coletiva.

As suas propriedades alucinógenas provocavam momentos de delírio e tontura, sentimentos que eram, muitas vezes, atribuídos a hipotéticas divindades, assumindo, desta forma, também um caráter divino.
Apesar de alguma relutância na sua aceitação pelos europeus "civilizados" - fundamentalmente pelo fato de os índios o fumarem -, rapidamente o tabaco se tornou não só um elemento farmacológico, mas também de uso social e, especialmente, econômico.

Importância comercial
Os portugueses utilizavam o tabaco já preparado, como os charutos que conhecemos hoje, nas importantes relações com a costa ocidental africana, cujas populações o adaptaram e o integraram no espaço definido pelas ervas de caráter alucinatório que já utilizavam.

A partir de então, o tabaco assume um papel importante no comércio negreiro, sendo que uma parte substancial da produção servia para alimentar esta atividade - usado como escambo: troca de produtos sem o uso de moeda.

Assim, o tráfico negreiro apresentava oscilações, consoante ao aumento ou diminuição da produção de ouro, tabaco e cana-de-açúcar, que funcionavam como os principais produtos para estabelecerem as trocas comerciais.

Mais tarde, e para concorrer com os traficantes europeus - holandeses, ingleses, franceses, espanhóis e até com os portugueses - os traficantes do Brasil usavam, como moeda, o tabaco e a aguardente produzidos no Brasil. Eles enriqueceram de tal forma com seus negócios que esse comércio ilegal começou a irritar as autoridades portuguesas, que não viam com bons olhos o controle do tráfico de escravos exercido pelos comerciantes baianos em detrimento dos negociantes da metrópole.

Os valores
Antes da aclamação de D. João IV, o contrato de representação comercial do tabaco foi arrematado pelo período de três anos na corte de Madrid, por um português, por 40$000 réis ao ano. Passado esse prazo, Inácio de Azevedo, também português, o levou por 60$000 réis.

O valor foi subindo de ano para ano e, em 1640, o contrato foi arrematado por 10:000 cruzados. Em 1674, por 66:000 cruzados. Do ano de 1675 em diante, o tabaco rendeu 500:000 cruzados até um 1 milhão de cruzados. E, no ano de 1698, aumentou o contrato para 1 milhão e 600:000 cruzados.

Assim se conservou algum tempo, para novamente retomar o aumento progressivo e chegar finalmente à importância de 1520 contos anuais, que foi o preço do contrato que findou em 1864. No ano seguinte, as cortes aboliram o monopólio. Recentemente, a Altria (detentora da Philip Morris, Marlboro, L&M, Chesterfield) é a líder mundial, com mais de US$ 60 bilhões de faturamento ao ano.

E, a atual detentora do contrato de representação do tabaco "premium" para o mundo é a Imperium Tabaco, empresa de capital britânico que comprou a Altadis (uma firma franco-espanhola), que detinha os direitos, pela bagatela de 16, 2 bilhões de euros em 2007.

Entre proibições e enriquecimentos, o tabaco faz parte integrante da nossa sociedade, e com uma parcela bem representativa para economia de um modo geral. Para os apreciadores de um excelente charuto, a história e os valores só enobrecem este "rei dos reis", que, ao contrário de um desaparecimento requerido, tende a ser cada vez mais apreciado e nobremente elaborado ( da revista adega ).

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

A comunicação ao longo dos tempos

Utilizando-se de animais ou até mesmo de fumaça, o ser humano, desde os seus primórdios, nunca deixou de se comunicar. A comunicação do momento é cloud computing, o que não deixa de ter sua particularidade com o tempo em que os soldados chineses usavam a fumaça para se comunicar do topo da sua espetacular muralha.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

As 10 cidades mais sustentáveis do mundo


                                      Reykjavik é 100% abastecida por energia renovável, foto: Benjamin Dumas

Se transformar em uma cidade sustentável está longe de ser uma tarefa fácil, mas também não é impossível. ((o)) Eco selecionou 10 localidades que podem até não serem ecologicamente perfeitas, mas são exemplos de que é possível diminuir o impacto ambiental de um centro em urbano optando por um planejamento que inclua o verde em sua paisagem e preze por formas mais sustentáveis de organização. Confira a seguir o que foi ou tem sido feito para tornar essas urbes mais “verdes”.

1. Reykjavik, Islândia 

Há mais de 50 anos a Islândia tem se empenhado em diminuir sua dependência de combustíveis fósseis aproveitando seu potencial natural para a geração de eletricidade. Não é de se estranhar que sua capital seja 100% abastecida por energia limpa e de baixo custo. Parte dos veículos da cidade já são movidos a hidrogênio, tendência que deve aumentar ainda mais. O país está investindo pesado nessa tecnologia e pretende se tornar  uma “economia do hidrogênio” nas próximas décadas. No mês passado, foi posto em prática um experimento perto das usinas geotérmicas de  Reykjavik  para testar a viabilidade de se estocar carbono criando emendas de calcário no subsolo. Se tudo ocorrer como esperado, o dióxido de carbono ficará permanentemente aprisionado no solo, o que deve permitir que usinas geotérmicas se livrem dos dióxidos de carbono que elas trazem das profundezas e se tornem efetivamente neutras...continue lendo

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Onde mais se registra patentes no mundo


via chartsbin.com
O infográfico acima é dos maiores indicadores de desenvolvimento tecnológico que um país possa ter. Lamentavelmente ainda precisamos melhorar muito.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

As desigualdades de desempenho no ENEM 2010

CLIQUE AQUI, e veja como as escolas públicas são inferiores às particulares no desempenho do ENEM.

O primeiro edifício móvel do mundo


Com 12 metros de altura e pesando 220 toneladas, o prédio flutuante desenvolvido por engenheiros finlandeses surpreende pela ideia inusitada. Programado para se movimentar constantemente por qualquer parte do mundo, a construção também providencia um abrigo seguro contra terremotos.
A novidade está instalada atualmente na cidade de Turku, na costa sudeste da Finlândia, processo que exigiu o uso de um guindaste. A construção será alugada da mesma forma que um apartamento ou escritório normal, ao menos até o momento que os donos decidam transportá-la para outro local.

Métodos de construção alternativos

Para tornar o projeto possível, foram usados painéis de aço inoxidável capazes de providenciar durabilidade e resistências semelhantes à do cimento, com a vantagem de pesar somente uma fração do peso do produto. Caso fossem empregados métodos de construção tradicionais, a construção teria o peso multiplicado em cinco vezes, tornando seu transporte ainda mais improvável.
Ele possui três andares separados em três seções diferentes, totalizando 9 ambientes disponíveis para locação. Segundo os responsáveis pelo projeto, caso seja necessário, o prédio também pode ser transportado a partir de meios terrestres, embora não tenham sido informados os métodos utilizados para que isso se torne possível ( do tecmundo ).

domingo, 11 de setembro de 2011

sábado, 10 de setembro de 2011

Enciclopédia da vida

 A Enciclopédia da Vida (EOL, sigla em inglês), uma espécie de Wikipedia da natureza criada em 2007 com o objetivo de funcionar como o maior banco de dados sobre a biodiversidade mundial na internet, ganhou nesta segunda-feira uma cara nova. A versão 2.0, como é chamada, apresenta vinte vezes mais informação, além de recursos para tornar a navegação mais simples e personalizada. Usuários poderão fazer coleções de espécies e compartilhá-las com os amigos da comunidade virtual.

São mais de setecentas mil espécies cadastradas no sistema – o equivalente a um terço das espécies identificadas e catalogadas no planeta -, 35 milhões de páginas digitalizadas da literatura científica e mais de seiscentas mil imagens e vídeos. Em função da quantidade e qualidade do conteúdo, especialistas acreditam que a nova versão pode ir além da mera divulgação de conhecimento. Animais que são vetores de doenças poderão ser mapeados, agentes polinizadores encontrados, e enigmas como a longevidade, por exemplo, desvendados.
O projeto, elaborado pelo Instituto Smithsonian de Washington, nos Estados Unidos, tem a colaboração de 176 centros de pesquisa, museus e cientistas de todo o mundo. Tem páginas em três idiomas: inglês, árabe e espanhol. As informações publicadas no site recebem a revisão de mais de setecentos curadores de instituições africanas, asiáticas, australianas, europeias e americanas.
"Este é o melhor esforço conjunto para termos todas as espécies juntas em um mesmo site até o momento", disse o diretor executivo da Enciclopédia da Vida, Erick Mata. Segundo Mata, o site pretende agrupar 1,9 milhão de verbetes, um para cada espécie animal conhecida até hoje. A obra, ao alcance de todos, pode conscientizar os usuários para a necessidade de conservação das espécies ( do portal exame ).

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Um tour virtual pela Catedral de São Basílio


A Catedral de São Basílio foi construída entre 1555 e 1561 em Moscou para comemorar a vitória militar de Ivan o Terrível contra os Tártaros Mongóis em 1552, na cidade sitiada de Kazan. 
A catedral foi construída no local onde no passado estava a Catedral da Trindade, que deu nome a uma praça próxima.Conta a lenda que o Tzar ordenou que cegassem o arquiteto, Postnik Yakovlev, para que ele não pudesse criar nada que se comparasse com a beleza desta catedral. FAÇA UM TOUR VIRTUAL 

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Quantos países cabem no Brasil


Já que o Brasil começa a figurar como a bola da vez nos países emergentes, a revista The Economist, resolveu simular como o mundo se encaixa nos estados brasileiros em PIB, PIB per capita e População. Confira aqui, a simulação.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Um novo veículo-conceito


                        O foco do projeto está no uso de tecnologias para o conforto interno do veículo. [Imagem: Smart/Basf]
A fabricante de veículos Smart apresentou hoje o seu novo veículo-conceito, projetado em parceria com a empresa Basf.
O modelo, chamado Forvision, combina um design futurista com uma mescla de tecnologias já disponíveis e em desenvolvimento, relativas à eficiência energética, à gestão de temperatura e ao peso do veículo.
"Estamos apresentando várias inovações que tornam possível a mobilidade totalmente elétrica. Além das células solares orgânicas transparentes e dos LEDs transparentes, são usadas espumas de isolamento contra o frio e o calor e revestimentos e filmes que refletem os raios ultravioleta. O Forvision também está estabelecendo novos padrões de leveza com o uso das primeiras rodas totalmente de plástico," anunciou Annette Winkler, da Smart.
Algumas destas tecnologias ainda estão em fase de laboratório, enquanto outras têm chances mais realistas de entrar em produção em série a médio prazo.
                                    Células solares orgânicas transparentes cobrem toda a superfície do teto. [Imagem: Smart/Basf]
Células solares e LEDs orgânicos
O teto-solar transparente é o primeiro que também é capaz de gerar energia. Células solares orgânicas transparentes cobrem toda a superfície do teto.
Mesmo sob luz difusa e de baixa intensidade, elas geram energia suficiente para alimentar os componentes multimídia e os três exaustores que auxiliam na gestão do clima no interior do veículo.
Se o veículo estiver sob o sol, a ventilação é permanentemente operada com a ajuda dessas células solares, mantendo frio o interior do carro.
Esta nova tecnologia fotovoltaica tem ainda potencial para aumentar a eficiência do veículo, além do que a energia gerada pode ser utilizada para outras aplicações, como recarregar suas baterias.
O interior do veículo também é iluminado com tecnologia eletrônica orgânica, na forma de OLEDs - LEDs orgânicos, fabricados na forma de plásticos flexíveis que podem ser moldados seguindo o desenho interno do carro.
Rodas de plástico
Uma redução de peso considerável no veículo foi obtida com a utilização de rodas totalmente de plástico. Em seu estado atual de desenvolvimento, as rodas de plástico desenvolvidas pela BASF representam uma redução de peso de três quilogramas por roda.
Além da célula de passageiros, componentes adicionais, como as portas, são feitas de carbono reforçado com fibra de resina epóxi - um material compósito de alto desempenho.
O uso desses materiais permite uma redução de peso de mais de 50 por cento em comparação com o aço ou 30 por cento em comparação com o alumínio.
Os bancos, e várias outras partes do interior do carro, são revestidos com os chamados e-tecidos, ou tecidos eletrônicos, cuja malha é acrescida com materiais condutores, permitindo um controle preciso de temperatura
                              O interior do carro é revestido com os chamados e-tecidos, ou tecidos eletrônicos. [Imagem: Smart/Basf]
Calor de fora, ondas de rádio de dentro
A espuma dos bancos é de cerca de 10 a 20 por cento mais leve do que os materiais atuais e permite diferentes graus de dureza em diferentes áreas da mesma peça, resultando em ganhos ergonômicos.
Em lugar das tradicionais películas para os vidros, o Forvision possui o que seus projetistas chamam de "escudo de calor", um novo tipo de película que reflete apenas os raios infravermelhos.
As ondas de rádio necessárias para operar o GPS, Bluetooth, telefones celulares ou para pagar o pedágio sem parar passam através do vidro sem qualquer atenuação.
Agora é só esperar que as tecnologias que "estão quase lá" cheguem efetivamente "lá", e que as que ainda estão no laboratório saiam de "lá" 
( do inovação tecnológica).

domingo, 4 de setembro de 2011

Uma data para ficar na memória

CLIQUE AQUI e veja uma cronologia do 11 de setembro

A mais famosa classificação de vinhos do mundo


É por meio das classificações dos seus vinhos que se pode compreender melhor a história de Bordeaux, já que mais do que meras listas que enumeram as melhores propriedades vinícolas, elas dizem respeito às origens do vinho na região e do comércio que fez tais listas se perpetuarem.
A principal classificação de Bordeaux, conhecida como "Classification officielle des vins de Bordeaux", a primeira feita oficialmente, no Médoc, a pedido do imperador Napoleão III à Câmara de Comércio de Bordeaux como contribuição a Exposition Universelle de Paris de 1855...continue lendo

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Tablets, o futuro agora

Para muita gente, iPad e tablet são praticamente sinônimos. Mas isso não significa, é claro, que o aparelho da Apple seja a única opção nas lojas. Além do já conhecido Galaxy Tab, da Samsung, agora disponível na nova versão 10.1, há vários outr convertido em netbook com teclado. Outro exemplo é o ZTE V9, que tem rádio FM e uma função que permite fazer ligações telefônicas em viva voz, duas coisas ausentes do tablet da Apple. Mostramos, aqui, sete tablets que são atraentes para o usuário individual, têm preço compatível com os modelos interessantes disputando o mercado. Podem ser boas opções para quem quiser fugir das restrições impostas pela Apple, como a impossibilidade de navegar em sites da web que usam a tecnologia Flash, da Adobe. Também podem atender a necessidades específicas, como acontece com o Eee Pad Transformer, da Asus, que pode sersuas características e já são encontrados em lojas no Brasil continue lendo

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...