sábado, 4 de março de 2017

Coravin - como beber vinho sem tirar a rolha



...Se você ainda não ouviu falar, é um equipamento para tirar o vinho da garrafa e, ao mesmo tempo, injetar um gás inerte para manter a conservação – tudo sem tirar a rolha. Inventado por Greg Lambrecht, pesquisador de equipamentos médicos formado no MIT, o aparelho introduz uma agulha fina através da rolha e injeta argônio dentro da garrafa. O gás entra e faz o vinho sair pela mesma agulha. Depois, retiramos a agulha e a incrível propriedade da cortiça de se recompor sela novamente a garrafa com o argônio dentro, evitando a entrada de ar. Leia aqui o artigo original

domingo, 19 de fevereiro de 2017

7 ÓTIMOS FILMES SOBRE VINHO (ESCONDIDOS) NO NETFLIX QUE VÃO TE DEIXAR MORRENDO DE SEDE

 7 ótimos filmes sobre vinho que valem muito a pena assistir estão hoje disponíveis para os assinantes do Netflix que amam a bebida de Baco e suas histórias.
O catálogo da plataforma de vídeos não para de crescer, porém, em meio a tantas adições de filmes e seriados, muita coisa legal acaba ficando escondida nas inúmeras listas temáticas que o serviço de streaming disponibiliza.
Os filmes disponíveis, além de entreter, ensinam muita coisa legal sobre o plantio, colheita e a produção de vinhos nas mais conceituadas regiões e empresas vinícolas do mundo.
Pegue sua taça de vinho, seu pote de pipoca e aperte o play! CONFIRA AQUI, OS FILMES

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Vinícola brasileira envelhece espumante no fundo do mar francês

A Miolo é a primeira vinícola brasileira a realizar a imersão de garrafas em cave submarina. Para celebrar o desempenho de vendas do Miolo Cuvée Tradition Brut tanto no Brasil como no mercado francês, a vinícola adotou um sistema singular para o envelhecimento e estabilização de um novo lote do produto: a imersão submarina.
 
Produzido no Vale dos Vinhedos (RS), com uvas Chardonnay e Pinot Noir, pelo método tradicional, com fermentação na própria garrafa, o lote foi levado para a Europa e já está há pouco mais de dois meses submerso em caves no fundo do mar na região da ilha francesa Ouessant, na província de Bretagne, no Atlântico Norte, onde permanecerá pelo período total de um ano...CONTINUE LENDO AQUI



sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Produção de vinhos nacionais deve dobrar

Após viver a maior quebra desde 1969, com uma perda de 57% em 2016, a produção no Rio Grande do sul espera atingir 600 milhões de quilos de uvas colhidas para o processamento de vinhos, espumantes e derivados.

Para o vice-presidente do Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho), Oscar Ló, o incremento de volume representará um aumento de 100% em relação ao ano anterior. “Estamos muito contentes com a qualidade. Os vinhedos estão com uma boa produção. As condições climáticas estão muito favoráveis neste ano", diz o executivo. "Tudo indica que teremos uma safra normal e, com isso, os estoques também deverão voltar aos patamares dos anos anteriores, alcançando o armazenamento de cerca de 150 milhões de litros”...CONTINUE LENDO AQUI

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Os 15 melhores vinhos brasileiros do ano, segundo usuários do app Vivino

O vinho brasileiro apareceu em quatro categorias nas listas dos melhores rótulos de 2016, segundo avaliações dos usuários do Vivino, espécie de TripAdvisor do vinho. A ideia deste app é simples: com a câmera fotográfica, o celular lê o rótulo da garrafa e o programa mostra o preço da bebida nas lojas mais próximas. Após degustá-lo, você avalia o produto e diz quanto pagou, ao que o Vivino produz uma nota e preço médios para nortear a compra de outros usuários. No Brasil, há 2 milhões de usuários - ficamos atrás apenas dos EUA. Todo ano o aplicativo publica listas dos melhores rótulos, e neste ano os vinhos brasileiros estão entre os melhores do mundo em pelo menos três categorias: cabernet sauvignon, merlot e espumante. CONFIRA AQUI A RELAÇÃO

sábado, 10 de dezembro de 2016

Vinho Laranja: A velha novidade que desperta interesse e curiosidade

Vinho branco, rosé ou tinto? Laranja!
Vinho laranja? Que novidade é essa? E isso existe mesmo?
Bem, ele existe, sim, mas a grosso modo ele não é um quarto tipo de vinhotranquilo (que não são espumantes e nem são fortificados: brancos, rosés, tintos e vinhos doces). VEJA O LINK DA MATÉRIA AQUI

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...